Como escolher uma cama articulada elétrica – 8 dicas úteis

Como escolher uma cama articulada elétrica – 8 dicas úteis

Camas articuladas? Camas ortopédicas? Camas hospitalares? Cama para doentes? Camas para idosos? Na verdade, existe vários termos, mas ambos tem o mesmo significado porque se destinam essencialmente para as pessoas que tem mobilidade reduzida, doentes que necessitam de mais conforto ou até mesmo, uma maior facilidade nos tratamentos que estão sujeitos.

Mas escolher uma cama articulada não é uma tarefa assim tão simples. No momento de compra, o cliente / paciente deve reunir algumas informações importantes para prosseguir para a aquisição do produto.

Informações como: a dimensão do quarto; fichas elétricas disponíveis no local para colocar a cama; necessidade de transportar o utente na cama articulada; o grau de incapacidade/deficiência; tempo de permanência na cama; ou mesmo o peso e idade.

A tarefa não é fácil, por isso, é que existe um conjunto de modelos disponíveis no mercado e a sensicare, ajuda-o a decidir:

1º Preço

O preço é talvez uma das variáveis mais importantes quando pensamos em escolher determinada cama articulada.

A principal diferença está em ser: cama articulada manual; cama elétrica sem elevação; cama elétrica com elevação. Com isto, vai encontrar modelos bastante diferentes na questão preço.

2º Altura da cama

cama eléctrica articulada de decúbito para acamados

Por norma, a altura da cama é fixa e ai trata-se de uma cama articulada manual. O outro tipo de camas que permite aumentar/diminuir a altura de forma a facilitar ao paciente ajusta-la à sua medida ou simplesmente permitir que quem lhe presta cuidados, consiga executa-los com mais facilidade são as camas elétricas com elevação.

3º Estratos articulados

Podem ser divididos em varias secções. Normalmente, eles estão divididos em duas secções, por exemplo: - a parte superior, onde o paciente tem a possibilidade de levantar a parte superior do seu corpo o que lhe dá mais conforto para se alimentar ou posicionar-se numa posição mais agradável; e a parte inferior do corpo que leva ao paciente a possibilidade de poder levantar as pernas ou joelhos de forma a melhorar a circulação.

4º Pendural

pendural para cama eléctrica articulada de decúbito para acamados

Esta cartacteristica da cama é mais aconselhável para as pessoas que possuem alguma mobilidade, principalmente na parte superior do corpo.

O pendural serve, essencialmente, para o utente se apoiar e conseguir mudar de posição ou até mesmo sair na cama sem recorrer ajuda de terceiros.

5º Rodas

rodas para cama articulada hospitalar acamados

As rodas que são mais apropriadas para lares e hospitais onde permite a deslocação do paciente na cama.

Em casa, torna-se mais complicado devido à largura das portas mas no caso de ter essa vantagem, pode-se tornar uma mais valia para o paciente e o seu auxiliar.

6º Motores

Os morotes da cama articulada elétrica são um dos aspetos mais importantes. Quanto mais rápidos, silenciosos e duradouros melhor. Na Sensicare assegramos que todas as nossas camas têm motores de alta qualidade, para que o risco de avaria seja o menor possível.

7º Grades Laterais

grades laterais cama articulada geriátrica hospitalar acamados

As grades laterais das camas articuladas podem ser em madeira ou em metal. Servem para proteger o paciente de quedas e aconselhámos o uso de um resguardo proteror. Este resguardo não deixa que o utente se magoe nas grades.

8º Posição de Anti-Trendelemburg

cama eléctrica articulada de decúbito para acamados com posição de trendelemburg

Por ultimo, a posição de trendelemburg e anti-trendelemburg são uma mais valia para quem quer ter uma maior autonomia na cama. Com esta funcionalidade podemos colocar a cama numa posição tipo poltrona (cabeceira alta e peseira baixa com o estrado levantado).

Esperamos que tenham gostado do artigo e que no fundo este artigo possa ajuda-lo no momento de decisão de compra.

Fiquem atentos, aos próximos.