Cuidar dos idosos – Cuidados e dicas sensicare

Cuidar dos idosos – Cuidados e dicas sensicare

O envelhecimento é uma realidade cada vez mais comum nos dias de hoje. Segundo o INE, estima-se que o numero de idosos em 2080 passará a ser 2.8 milhões face aos 2.1 milhões registados em 2017.

Isto quer dizer, aproximadamente, que o índice de envelhecimento irá duplicar de 147 para 317 idosos por cada 100 jovens em 2080.

Existe já muitos programas e iniciativas que visam combater esta realidade, mas de certa forma, ambos sabemos que é uma situação muito sensível e demorada. Existe já algumas campanhas como envelhecimento activo ( causas que a sensicare acredita) que tem como objetivo promover a funcionalidade física e mental dos idosos, mas por outro lado, pretendemos alertar para os cuidados que a maioria dos idosos necessitam para sua própria realização e satisfação pessoal.

Posto isto, iremos partilhar alguns cuidados e dicas que podemos realizar facilmente em casa a qualquer idoso. Caso pretenda saber mais um pouco sobre área que estuda o envelhecimento, aconselhamos a ler este artigo que fala dos cuidados e prevenção – Geriatria.

Cuidados de idosos

Dicas para idosos dependentes ( Exemplo cadeira de rodas ou cama articulada )

cuidados Sensicare

As melhores dicas e conselhos que podemos partilhar para todos os familiares ou pessoas que cuidam de idosos dependentes passa pela flexibilidade e abertura emocional.

Nestes casos mais sensíveis (pessoas acamadas ou dependentes), devemos encarar sempre o idoso com entusiasmo e otimismo face aos desafios que poderão enfrentar. Esta confiança e entusiasmo irá passar mais confiança e bem-estar à pessoa idosa.

2- Muito ligada à “dica” anterior, é sempre importante o cuidador ou familiar abordar também a possível dificuldade / doença / dependência sem preconceito ou com abertura pois o idoso vai sentir mais tranquilo e bem consigo próprio.

3- A terceira dica que partilhamos é definir pequenos objetivos ou metas. Com isto, vai proporcionar um novo desafio ou objetivo para a pessoa idosa o que vai faze-la sentir mais realizada.

4- Quarta dica, e também ligada à dica anterior, é conhecer bem os hábitos e gostos da pessoa que estamos a cuidar. É sempre mais fácil definirmos um objetivo e oferecer uma “recompensa” que sabemos que a outra pessoa vai gostar.

5- Quinta Dica e muito importante… A paciência e calma são muito precisas nos momentos difíceis. Imagine o seguinte exemplo: Esta a dar banho a uma pessoa acamada , mas por algum motivo aqueceu/esfriou demasiado a água. Por muito normal que esta situação pareça, existe pessoas que podem entrar em pânico, e nestes casos a melhor solução é reagir com calma e “cabeça fria”.

6 – Ouvir e apoiar o idoso. Porquê? Com isto o idoso vai sentir capaz de tomar algumas decisões e ser ouvido.

7- Por ultimo evitar cuidar excessivamente pois irá fazer sentir a pessoa idosa como incapaz.