Dicas: como cuidar da pele dos idosos

Dicas: como cuidar da pele dos idosos

É o maior órgão do nosso corpo, mas a pele e o cuidado com a mesma tendem a ser descurados. É importante em qualquer idade, mas existe uma forte tendência para não se dar tanta atenção a este aspecto quando se fala de peles maduras. Veja as dicas que a Sensicare preparou para que saiba como cuidar da pele dos idosos - principalmente no verão!

Idosa vê a sua imagem e pele envelhecida no espelho

Com o passar dos anos, a pele altera sofre alterações visíveis mas, internamente, também muda. A perda de nutrientes importantes, como o colagénio e a elastina, fazem parte do processo natural de envelhecimento; porém, há cuidados a ter que podem atenuar estas alterações e viver bem com as mesmas.

O excesso de exposição solar e os efeitos da poluição, por exemplo, são fatores que contribuem em muito para o aparecimento de rugas, manchas e sardas. Retardar o envelhecimento é possível, mas conviver bem com os sinais do tempo também.

1 - Usar sempre protetor solar


Os protetores solares inibem os raios ultravioleta, responsáveis pelo cancro de pele, e retardam os sinais de foto-envelhecimento. Evitar a exposição ao sol nos horários de maior incidência de calor também ajuda.

2 - Evitar banhos quentes

Parece estranho, mas é verdade que os banhos prolongados e quentes secam a pele. A temperatura deve ser quanto morna quanto possível e nunca se deve esquecer de aplicar creme hidratante depois de secar. Sabonetes hidratantes também se recomendam.

Mulher coloca creme hidratante

3 - Beber muita água

Atualmente, a recomendação da Organização Mundial de Saúde é a de beber dois litros de água por dia. A ingestão de alimentos com alto teor de líquidos, vitaminas e minerais, e evitar comida salgada ou muito temperada, também é fundamental para uma boa saúde da pele.

4 - Evitar álcool e tabaco

Tanto um como o outro são altamente prejudiciais à saúde, e a pele não é exceção. Estes dois agentes nocivos estimulam a formação de radicais lives, afetam o sistema nervoso, respiratório e digestivo, e estão associados ao aparecimento de várias doenças.

5 - Limpezas de pele regulares

Acumulação de células mortas e impurezas são prejudiciais à nossa pele. Os procedimentos estéticos, principalmente os mais naturais, ajudam a limpar a pele, promovem a renovação celular e reorganizam as fibras de colagénio, o que confere mais elasticidade.

6 - Cuidado com os produtos que escolhe

Os dermatologistas são as melhores pessoas para aconselharem quais os produtos indicados para a pele, principalmente aqueles mais elaborados. Os efeitos de cremes ou outros componentes não funcionam de igual forma em todas as pessoas, pelo que a consulta com um médico ou especialista é importante.

Costuma ter este ou outros cuidados com a pele? Queremos saber a sua opinião!

Homem relaxa durante cuidado de pele e massagem

Fonte: Revista Cláudia