Geriatria – Cuidados e prevenção sensicare

Geriatria – Cuidados e prevenção sensicare

A Geriatria é considera a especialidade médica que cuida das doenças relacionadas com envelhecimento. Por norma um Geriatra deve possuir formação em duas vertentes: Idade adulta e terceira idade à prevenção do envelhecimento.

Um Geriatra deve estar apto a lidar com estas seguintes situações:

• Os problemas de memoria (quando qualquer pessoa se encontra em alguma idade avançada as doenças relacionadas como alzheimer são uma realidade);

Incontinência urinária;

• Quedas e perdas de equilíbrio (pois é um tema bastante complexo) ;

• Medicação excessiva (um grande problema da nossa atualidade e para isso é necessário ter um bom conhecimento da medicação)

Mobilidade pois nestas idades é necessário recorrer a produtos que ajudam as pessoas a movimentar-se (como cadeira de rodas) ou produtos que são indispensáveis para conforto do paciente (exemplo camas articuladas);

É uma especialidade muito abrangente e complexa pois é necessário algum conhecimento da área da medicina interligado com conhecimentos de doenças ligadas ao envelhecimento ou idade avançada.

Objetivos da Geriatria

Já sabemos o que é a geriatria e quais são os principais vertentes que um geriatra deve atuar, vamos passar para os objetivos desta área.

Os objetivos são os seguintes:

• Manutenção da saúde e qualidade de vida na terceira idade;

• Ajudas funcionais e respetiva manutenção;

• Prevenir, detetar e tratar doenças;

• Cuidados e apoios em casas terminais;

Cuidados e Prevenção

cuidados e prevenção geriátrica

A cerca dos cuidados e prevenção que esta área pretende combater no envelhecimento passa por corrigir hábitos, entre estes hábitos estão ligados alimentação, tabaco, inatividade física.

Por muito que nos custe, a inatividade é um fator muito comum que leva às pessoas a ficar conformadas com a doença. Depois existe a alimentação e o tabaco que corresponde a uma percentagem considerável da população com estes problemas

Um geriatra sabe identificar os problemas e atua de forma a corrigi-los e apoiar o paciente.

Para além dos cuidados ligados à alimentação, tabaco e mobilidade o geriatra pretende propiciar diagnósticos e tratamentos adequados a cada caso, controla o excesso de medicação e aconselha para os fatores secundários de cada tipo de medicação e ajuda muito a controlar e equilibrar as emoções que nesta idade é um aspecto a ter em atenção.

Concluindo existe três situações para procurar ajuda nesta área. A primeira está ligada à fase da prevenção onde o paciente procura forma de se orientar e envelhecer de forma saudável. A segunda situação está ligada ao acompanhamento do processo natural de envelhecimento (a forma mais frequente de se recorrer a um especialista de geriatria). Por fim, e ultima situação, existe o acompanhamento de doenças nesta fase de vida, e resulta de forma a evitar novas doenças e tratar ou reabilitar as existentes.