Home care – O apoio domiciliário em Portugal

Home care – O apoio domiciliário em Portugal

O apoio domiciliário surge da necessidade de ajudar pessoas com dificuldades em desempenhar as suas necessidades ou tarefas. Esta é uma realidade muito sentida no Mundo e em Portugal principalmente nos idosos. É uma triste realidade saber que podemos chegar a uma fase na nossa vida e que não conseguimos desempenhar as mais pequenas tarefas sem ajuda ou até mesmo não ter ninguém para ter esse apoio que é tão precioso.

Ajudar nas tarefas do dia a dia de uma pessoa como a sua higiene pessoal, limpeza de casa, alimentação, medicação ou até mesmo o simples facto de combater a solidão e proporcionar momentos de companhia à outrem é considerado um apoio domiciliário que de certa forma vai proporcionar momentos de bem estar e alegria.

Como Funciona

Os apoios sociais ao domiciliário podem ser prestados por entidades privadas ou por instituições particulares de solidariedade social (IPSS) que são incentivadas pelo governo.

.

As IPSS que são o caso da Santa casa da misericórdia que podem ser natureza associativa ou Fundação Abreu Callado que tem um caracter mais fundacional. Estas IPSS tem como função dar apoio as situações de instabilidade, exclusão ou carência humana como por exemplo no caso dos idosos que foi abordado em linhas anteriores.

Esta é uma boa solução para quem não tem possibilidade de cuidar de uma pessoa a tempo inteiro ou que deseja que a pessoa carenciada seja auxiliada em casa no conforto do seu lar e que assim tenha melhor qualidade de vida.

Serviços disponíveis

Home care – O apoio domiciliário em Portugal.

Os serviços disponíveis ainda são alguns, por isso tomamos a liberdade de enunciar os que mais se destacam.

Os SAD ( Serviços de Apoio Domiciliário) que potenciam um serviço personalizado e individual a pessoas com deficiência ou doença que não consigam satisfazer as suas necessidades básicas ao longo do dia. Este serviço pretende dar resposta social de 24 horas e/ou em casos de emergência e está disponível por todo pais com parceria dos centros sociais de saúde locais ou camara da freguesia.

. Para adquiri-lo basta deslocar-se ao centro de saúde mais próximo ou mesmo à junta de freguesia.

OS ADI (Apoio domiciliário integrado) que em prol da Cruz vermelha tem como objetivo prestar cuidados de saúde ao domicilio. É um serviço destacado para idosos que não possuem grande capacidade de mobilidade e prestam cuidados de enfermagem ou avaliações medicas.

As UAI (Unidades Apoio Integrado) que se inserem no âmbito de cuidados continuados por parte do governo que se destinam a idosos acamados ou com problemas crónicos de saúde. Este serviço dirige-se a casa das pessoas e dão assistência necessárias a todos que não carecem de cuidados clínicos em internamento hospitalar.

UAI encontram-se também em todos pais e para as pessoas beneficiarem deste apoio podem faze-lo no centro de segurança social da sua área.

. Por fim deixa-mos o contacto da linha de apoio ao cidadão (800 203 531) que é possível contactar durante os dias uteis das 9h00 as 17h00 onde podem esclarecer qualquer duvida sobre o apoio domiciliário e o contacto é gratuito. Existem mais instituições e serviços que poderíamos destacar, principalmente no sector privado mas o preço é mais volumoso.