Incontinência Urinária – Cuidados e Tratamento

Incontinência Urinária – Cuidados e Tratamento

A incontinência urinaria não é nada mais nada menos que a perda involuntária de urina. Esta micção incontrolável, é um problema comum principalmente na terceira idade que chega a ser muito constrangedora para o paciente.

Este problema afeta todas as faixas etárias mas como foi referido anteriormente, é mais comum nos idosos. As suas principais adversidades estão ligadas ao mau cheiro, desconforto da pessoa e depressões o que leva à perda de qualidade de vida das pessoas que sofrem com a mesma.

Os 4 tipos de incontinência urinaria

Incontinência urinaria de esforço

Incontinência urinaria de esforço

É um dos tipos mais comuns desta doença que ocorre muito pela perda da força muscular pélvica devido à incapacidade de reter a urina.

O simples facto de espirrar, tossir, rir ou fazer algum tipo de atividade física vão ter implicâncias para o paciente pois ele vai estar exposto a situações sensíveis e propicias à doença.

Incontinência urinaria de urgência

Incontinência urinaria de urgência

Este tipo de situação acontece quando o paciente não consegue chegar a tempo de fazer as suas necessidades à casa de banho porque a vontade de urinar era muito forte.

Podemos dizer que é um paciente bastante sensível à doença pelo facto de às vezes a vontade de ir à casa de banho ser enorme mas no fundo, a quantidade de urina que o paciente tem na bexiga é reduzida.

Incontinência urinaria por transbordo

Incontinência urinaria por transbordo

É uma situação que acontece quando o paciente não consegue urinar tudo o que tem na sua bexiga.

Incontinência urinaria funcional

Incontinência urinaria funcional

Esta situação é muito comum nas doenças, idades avançadas ou invalidez motora pois o paciente tem a perceção que precisa de ir à casa de banho mas não consegue por incapacidade.

Cuidados e tratamentos

Iremos abordar deste tópico alguns cuidados ou tratamentos que podem auxiliar o paciente, mas por outro lado, queremos também, que cada pessoa tenha a perceção que depende do seu tipo de incontinência urinaria e que é sempre aconselhável consultar um medico especialista.

Técnicas comportamentais

Habituar a bexiga à vontade constante; • Aprender a “esvaziar” a bexiga por completo quando se vai à casa de banho; • Tentar ir à casa de banho mesmo sem ter vontade; • Aumentar a quantidade de fibras no organismo, evitar alguns alimentos ou bebidas (álcool, cafeina, etc..); • Aumentar atividade física;

Cinesioterapia

. Quando o medico recomenda um conjunto de exercícios com ajuda de fisioterapeuta para que o paciente consiga controlar e fortalecer os músculos pélvicos.

Estimulação elétrica

Poderá ser um tratamento se for aconselhado pelo medico pois alguns tipos de incontinência podem reagir bem e por ventura serem tratados com estímulos elétricos.

Cirurgias

Outro método que será aconselhado pelo medico quando outros tratamentos não estão a resultar no tratamento da doença.

Absorventes e Resguardos

Por fim, este será o método que é mais frequente e que não invalida os outros todos, pois acontece quando os tratamentos não são suficientes para eliminar por completo a sua incontinência e alivia o desconforto bem como os maus cheiros.

Deixamos aqui neste LINK um conjunto de produtos que podem ajuda-lo na incontinência e relembrar que no fundo, como todas as outras doenças, é importante aceitar-mos os nossos problemas e olhamos para as soluções com vista a uma melhor qualidade de vida.

Fonte: minhavida.com